O Marketing Pra Gerações Y E Z

20 Apr 2019 10:43
Tags

Back to list of posts

<h1>O Marketing Benef&iacute;cios Do Marketing Digital E E Z</h1>

<p>Qual o melhor vinho argentino? Todos os anos s&atilde;o convidados jurados internacionais de alguma ordem ligada ao universo do vinho. Isso fornece musculatura, credibilidade e influ&ecirc;ncia ao evento. De imediato fizeram divis&atilde;o dessa comiss&atilde;o de inesquec&iacute;veis, sommeliers, produtores e especialistas. Em 2014 foram os jornalistas especializados de nove pa&iacute;ses que beberam e cuspiram mais de 650 amostras pra definir as melhores do ano.</p>

social_media_world.jpg

<p>O slogan explicitava o esp&iacute;rito da coisa, eram os “Heavyweight journalists in the ring”, alguma coisa como os jornalistas peso-pesados no ringue. Leia bem como: A Argentina n&atilde;o &eacute; s&oacute; malbec. S&atilde;o 12 jurados internacionais e seis nativos, divididos em 6 grupos de 3 componentes, sempre composto de 2 convidados internacionais e um representante argentino. Consider&aacute;vel ressaltar que esse elemento f&atilde; do Maradona e do Messi nunca degusta r&oacute;tulos que tenha alguma liga&ccedil;&atilde;o comercial ou tenha sido feito na sua bodega, que seria simples diferenciar teu vinho e doar uma forcinha na premia&ccedil;&atilde;o. Sucesso Nos Neg&oacute;cios: Planejamento &eacute; Fundamental O Dia por variedade de uva, e cinco diferentes faixas de pre&ccedil;o (em d&oacute;lar), e enfim localidade.</p>

<ul>

<li>3 Implementa&ccedil;&atilde;o de Processos do Planejamento Estrat&eacute;gico (PE)</li>

<li>Que s&oacute; compram em lojas virtuais via mobile</li>

<li>Venda e servi&ccedil;o de purificador de &aacute;gua</li>

<li>Para ser bem-sucedido &eacute; preciso fazer, ser e ter</li>

</ul>

<p>&Eacute; uma divis&atilde;o importante, pois compara laranja com laranja (no caso uva com uva), em raz&atilde;o de o maior problema de alguns concursos &eacute; botar no mesmo cesto vinhos de quinze d&oacute;lares e de mais de cinquenta d&oacute;lares e julgar tudo junto. Contudo aten&ccedil;&atilde;o, esse n&atilde;o &eacute; o pre&ccedil;o no Brasil! Pra definir os pr&ecirc;mios mais s&eacute;rias, chamados de Trophy, os doze jurados se re&uacute;nem pra tentar mais uma vez os vinhos condecorados antecipadamente com o ouro e por isso definem o campe&atilde;o dos campe&otilde;es em cada classe. A lista de premiados n&atilde;o &eacute; pequena (n&atilde;o s&atilde;o bobos esses argentinos…) Das mais de 650 amostras somente 50 r&oacute;tulos n&atilde;o mereceram medalhas.</p>

<p>A distribui&ccedil;&atilde;o de pr&ecirc;mios foi a seguinte: Cinquenta e oito ouros, 256 prata, 276 bronze e enfim os doze trophies e os destaques de quatro regi&otilde;es produtoras (Norte, Mendoza, San Juan e Patag&ocirc;nia). Entre os escolhidos h&aacute; representantes de v&aacute;rias tend&ecirc;ncias, dos vinhos org&acirc;nicos &agrave;s marcas tradicionais; dos tintos de muita extra&ccedil;&atilde;o e musculatura &agrave;s experi&ecirc;ncias de adolescentes en&oacute;logos que privilegiam a fruta e a inova&ccedil;&atilde;o.</p>

<p>Abaixo, est&atilde;o os vinhos que levaram um Trophy pra chamar de seu e grudar o selo pela garrafa. O Marketing Usual Est&aacute; Falecido! convida jurados de diversos pa&iacute;ses assim como por outros motivos: est&aacute; &aacute;vida por fato dos mercados internacionais e por uma avalia&ccedil;&atilde;o de seus vinhos de gente que bebe tintos, brancos e espumantes de todas as regi&otilde;es do universo. Na Argentina, como em todo pa&iacute;s produtor, praticamente s&oacute; se bebe vinho recinto (e por um valor de oferecer inveja a n&oacute;s brasileiros). Evento 'Digi E Tal Weekend' &eacute; Gerado Em Caruaru painel com este time trouxe informa&ccedil;&otilde;es valiosas.</p>

<p>• o chin&ecirc;s Demi Li, en&oacute;logo e professor, alertou para a dificuldade do mercado de seu estado de propor&ccedil;&otilde;es continentais, com n&uacute;meros que a toda a hora iniciam na resid&ecirc;ncia do bilh&atilde;o de qualquer coisa. Com gente saindo pelo ladr&atilde;o, e um potencial imenso, aconselhou a simplifica&ccedil;&atilde;o da imagem para o fregu&ecirc;s chin&ecirc;s.</p>

<p>Por exemplo, recomendou evitar v&aacute;rios descritivos do vinho. Falou que o conceito de harmoniza&ccedil;&atilde;o &eacute; uma coisa que passa remoto da realidade do comprador chin&ecirc;s (e de praticamente todo habitante desse planeta, com exece&ccedil;&atilde;o, quem sabe, de voc&ecirc; que me l&ecirc; e dos homens que cospem vinho). Para exemplificar sua tese descreveu um slide com a imagem de uma refei&ccedil;&atilde;o t&iacute;pica de uma das regi&otilde;es do povo com imensos pratos diferentes e desafiou” “Voc&ecirc;s s&atilde;o capazes de propor alguma hormoniza&ccedil;&atilde;o com isso”?</p>

<p>Outro dado curioso, que desmente a imagem do comprador que mistura vinho com coca-cola: o chin&ecirc;s n&atilde;o gosta de vinho adocicado, e aprecia o branco. Leisure, e colaborador de publica&ccedil;&otilde;es, como Wine Spectator, serviu &agrave; plateia um chardonnay de Washignton, Estados unidos, e disse: “Este vinho &eacute; incr&iacute;vel, entretanto n&atilde;o copiem, n&oacute;s j&aacute; temos isso nos EUA. O melhor vinho n&atilde;o vem do marketing, entretanto de tua identidade”. • O sommelier Andreas Larsson, que al&eacute;m de ostentar o t&iacute;tulo de melhor sommelier da Europa assim como favorece para publica&ccedil;&otilde;es especializadas, p&ocirc;s o dedo na ferida e condenou a estrat&eacute;gia de apostar apenas na varietal malbec como a identidade argentina.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License